Lutar e Resistir, por quê?

Lutar e resistir. Por que?

Estou escrevendo este humilde artigo, aguardando em um saguão para fazer meus exames de retorno ao trabalho após quase dois anos punido com contrato suspenso. Mas não quero falar sobre isso.

Olhando para os lados, muitos estavam aguardando fazer exames, porém eram exames demissionais.

  • Como resistir a esta conjuntura de demissões, aumento da violência, aumento da fome e de genocídios?

Tenho certeza que a única forma é LUTANDO contra esta política econômica e social imposta pelo governo atual, que impõe o pagamento do PATO pelo trabalhador e trabalhadora. PATO que representa a crise econômica e política que não foram criados por quem está pagando e sofrendo pelas consequências destas crises.

  • Mas como resistir e lutar?

Com certeza não é sozinhos. Somente de uma forma coletiva e organizada. Como o governo está tirando nossos direitos (contrarreforma trabalhista), regularizou a escravidão (regras desumanas para terceirizados), ficando como única alternativa para resistência desses ataques o fortalecimento do coletivo organizado, que são os sindicatos.

A participação dos seminários, congressos, eventos de rua organizados pelos sindicatos, além da filiação ao sindicato de classe, fortalece o principal fonte de organização de luta e resistência.

Mas respondendo a pergunta que o título deste artigo nos trás, não há como avançar no retorno dos direitos retirados e avançar naqueles que nós já temos, sem lutar e resistir coletivamente organizados.

Estou agora saindo da clínica, sendo reintegrado a Transpetro, após quase dois anos com contrato suspenso, graças a diversos fatores, mais destaco a misericórdia de Deus, família, colegas e os sindicatos petroleiros (não vou citar individualmente para não cometer erros de ausência).

Reintegração conquistada pelo coletivo organizado.

Então amigos e amigas, nesta conjuntura, se temos medos e receios, não há nada anormal nisso, pois é imposto a nós estes sentimentos por consequências aos fatores que nos cercam,  porém a covardia não nos acompanha em nossa caminhada!

Por isso ontem lutamos e resistimos;

Por isso hoje estamos lutando e resistindo;

Por isso amanhã lutaremos e resistiremos;

Para avançarmos!

Abraços

Cláudio Nunes
Petroleiro Transpetro
Diretor SindipetroNF

Membro da Frente Evangélica Pelo Estado de Direito


Observação:  Não deixe de registrar seu voto de apoio e compartilhar o link para votar em seus grupos de zap e na sua página de seu perfil do facebook.

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=104490

Para mais informações: https://claudio-nunes2.webnode.com/l/legislativa/