A Carta "UTGCAB"

"Cláudio, bom dia.


Saí dos grupos de Whatsapp da Operação, por motivos óbvios. Peço que inclua meu nome em suas postagens para eu me manter informado.

 Obrigado. 

Abaixo o texto final que mandei para eles. Se quiser usar no jornal, fique à vontade, mas de forma anônima. 

 Valeu." - Autor do Texto abaixo.


"Bom dia, pessoal. 


Engraçado o silêncio desses grupos da Operação nesses tempos. No momento em que deveríamos estar mais falantes aqui, coesos, e com uma só opinião, como classe que somos. Ou fomos, não é mesmo? 

É o mal de ser uma pessoa mais velha, com valores ultrapassados, como Ética, bom senso, companheirismo, solidariedade, etc. 

Posso não ser bom em todos esses valores, mas tento. Final dos tempos, acho. 

Sinto que perdi o trem da História. 

Bom, tendo em vista a falta de diálogos que valham a pena aqui, e com todas essas novidades na Contingência da empresa (nossos heróis, segundo o presidente, parabéns a todos!!!!), saio do grupo. 

Sem ressentimentos, como sempre, óbvio. Tenho certeza que quando a Transpetro, bola da vez a qualquer momento, for detonada, essas pessoas saberão entender todos os Petrobras (que estão chegando aos montes no Terminal) que entrarem na Contingência. 

Quero deixar uma pergunta a vcs, onde serão colocados os funcionários Petrobras das 8 Refinarias que serão vendidas esse semestre? 

Finalizando, torço para a continuação do grupo e seus comentários sobre futebol e amenidades. E que sejamos todos felizes sempre e conscientes de que nossos atos de hoje sempre terão consequências em um amanhã próximo. 

Grande abraço a todos."

Abaixo segue um video que dialoga com o tema.